As marcas de roupas do Brasil

Recentemente, fizemos uma mega compilação de marcas de roupas dos Estados Unidos. Eram tantas marcas que rendeu 4 artigos.

E, como prometido, aqui está a compilação das marcas brasileiras. Talvez você pode até já ter usado algumas delas, mas nem sabe que são brasileiras.

Mas não se decepcione com isso, as marcas brasileiras são tão boas quanto as estrangeiras. 


John John

Sensação do momento, marca está na cabeça e no corpo de milhões de jovens brasileiros. Com nome em inglês, slogan em inglês e campanhas estreladas por astros teen internacionais, como Zac Efron, a grife é, para muitos de seus consumidores, norte-americana ou inglesa.

No entanto, seu berço é o município de Tietê, em São Paulo. Fundada pelo empresário João Foltran, foi vendida para o grupo Restoque (Le Lis Blanc, Bo.Bô e Rosa Chá), também brasileiro, por R$29,1 milhões. 

Mas a produção ainda está a cargo da lavanderia de jeans da família de João. A origem do nome é um apelido que o fundador tinha quando criança.

Cavalera

Hoje, já bastante conhecida, a marca não tem mais tanta pose de estrangeira. O sucesso em eventos de moda importantes do país, inevitavelmente, revelou sua história.

Mas muita gente achava que era gringa logo que estourou, nos anos 1990, muito associada à street wear, à cultura pop globalizada e à imagem de um de seus fundadores, Igor Cavalera, então baterista da Sepultura, banda brasileira de heavy metal que conquistou o mundo com músicas em inglês (também é uma marca que até hoje muita gente acha que é de outro país).

Zoomp

Fundada nos anos 1970, época em que as confecções de jeans se expandiam no Brasil, a marca fez muito sucesso junto à elite paulistana e logo se tornou objeto de desejo em todo o Brasil.

Sua estratégia era parecida com a da John John: nome em inglês, campanhas em inglês e clientes/garotos propaganda nas high society.

Nos anos 1990, a marca foi deixando aos poucos de ser de luxo e se associou mais ao street wear. No final dos anos 2000, entrou em dificuldades financeiras e quase sumiu, mas acabou comprada por um grupo de investimentos.

Forum

A mais famosa do grupo de marcas criadas pelo estilista carioca Tufi Duek (faziam parte ainda a Triton e a Tufi Duek), também seguia a linha gringa de se apresentar.

Hoje, todas as marcas fundadas por Duek pertencem ao Grupo AMC Têxtil, que detém em seu portfólio outra grife que muita gente também acha que é gringa.

Colcci

Uma das marcas pertencentes ao Grupo AMC Têxtil, é uma marca brasileira de roupas fundadas em 1976, em Brusque/SC.

Embora nunca tenha se posicionado entre as marcas de luxo AAA, a grafia italiana fez muita gente pensar que se tratava de uma grife europeia.

Dudalina

Camisaria catarinense comandada pela empresária Sônia Hess de Souza, que assumiu o comando da empresa em 2003 e foi responsável por um crescimento anual de 30% da marca desde 2009. 

Aleatory

A marca surgiu na capital de São Paulo em 1998 oferecendo uma moda casual esportiva, dinâmica e jovem. A marca traz para o mercado um completo mix de produtos segmentados pela linha de pólos fio tinto, pólos básicas, t-shirts, camisas, jeanswear, tinturados, sweaters, jaquetas e acessórios underwear.

Hoje em dia a marca está crescendo e conquistando novos horizontes, sempre desenvolvendo seu produtos com qualidade, conforto e praticidade para seus clientes.

A Aleatory possui pontos multimarcas nas melhores lojas do Brasil, espalhadas nas principais cidades. 

Ellus

Marca de jeans brasileira, que nasceu em Minas Gerais na cidade de Formiga, fundada em São Paulo em 1972, conta com filiais no Japão, Emirados Árabes, Suíça, Chile e Angola.

Atualmente a marca faz parte do live-up do São Paulo Fashion Week.

Sergio K

Marca criada por Sergio Kamalakian, um jovem empresário, de descendência armênia. Sergio K está à frente de uma das maiores marcas do país e é conhecida por suas campanhas ousadas, algumas delas fruto de parcerias com ícones como Terry Richardson, além da sua visão sobre o mercado e seus gostos pessoais.

Sergio K é um negocio criado por um jovem e tocado por jovens. A marca se espalhou pelo Brasil e já esteve associada a gigantes como Land Rover, Copag, Jameson, Stella Artois, C&A entre outras, e mantém atualmente parceria com a vodka Belvedere do grupo Moët Hennessy.

Track&Field

Oferece moda praia, fitness, masculina, kids e feminina. Na loja online é possível comprar leggings, tops, tênis, chinelos, bermudas, saias e muito mais.

Alexandre Herchovitch

Em vinte anos de carreira, o estilista brasileiro Alexandre Herchcovitch testou todos os seus limites e não tem problemas em encontrar ideias frescas para se superar a cada temporada.

Do seu desfile de graduação às apresentações no São Paulo Fashion Week e na concorrida Semana de Prêt-a-Porter em Paris, sua moda ganha novas experimentações e muito rigor no corte, na modelagem e na escolha de matérias-primas.

Convidado pela direção da 7th on Sixth (semana de moda de Nova Iorque), Herchcovitch lançou suas coleções masculina e feminina na cidade a partir do verão 2005.

Sem trabalhar com referências óbvias ou se submeter à colonização de tendências internacionais, o medo de se "tornar escravo do Brasil", como disse numa entrevista há dois anos, foi sepultado nos desfiles de verão 2003 e inverno 2004, carregados com grande senso de brasilidade.

Assim, descobriu a aldeia global, conceito proposto por Marshall MacLuhan nos anos 70, que profetizava um mundo interligado, porém interessado em divulgar suas culturas particulares.

Numa redução de contexto, Alexandre Herchcovitch assina um casamento perfeito de uma cultura 100% brasileira com uma silhueta que encanta clientes do Brasil, Estados Unidos, Japão (sua primeira loja própria fora do Brasil inaugurada em março de 2007), Alemanha, França, Espanha, China, Inglaterra, Canadá, Singapura, Austrália e Nova Zelândia.

Carlos Miele (M.Officer)

Apontado como o “designer mais bem sucedido da moda brasileira” e o “mestre da modelagem e das cores vibrantes”, pela imprensa internacional, Carlos Miele cria coleções que transcendem a influência das raízes do Brasil, levando a moda do nosso país a novos patamares.

É a grife brasileira mais conhecida fora do país, conquistando famosas clientes como Sarah Jessica Parker, Jennifer Lopez, Beyoncé, Eva Longoria, Christina Aguilera, Camila Belle e Scarlett Johansson.

As suas criações são aparições constantes no tapete vermelho dos principais eventos do mundo. Criador de uma das marcas mais importantes do Brasil nos anos 1980 e 1990, a M.Officer, e que até hoje é uma das mais consumidas no país, Miele internacionalizou seu nome em 2001, na Semana de Moda de Londres.

Em 2002, Miele estreou em Nova Iorque, onde tem loja e suas criações passaram a figurar em importantes séries como Ugly Betty e Gossip Girl.

Com tanto sucesso, a grife encontra-se em 21 países. As lojas de Nova Iorque e Paris são consideradas referências e chegaram a ganhar diversos prêmios de arquitetura no seu ano de inauguração.

Lethicia Bronstein

A carioca Lethicia Bronstein Pompeu desenha vestidos de noiva e de alta costura para mulheres que buscam looks exclusivos, dignos de um Red Carpet.

Suas criações, releituras de clássicos românticos em um estilo moderno, têm como marca registrada o trabalho com laços, pérolas, patchwork e rendas importadas.

Formada em Moda, fez especialização na renomada escola Central Saint Martins, em Londres. De volta ao Brasil, trabalhou para diversas marcas, tais como Maria Bonita, Clube Chocolate, Espaço Lundgreen e Le Lis Blanc, antes de abrir seu próprio atelier.

Seu atelier, um espaço muito aconchegante, ganha ares ultra femininos, graças à decoração com objetos garimpados durante as viagens da estilista.

É lá que ela recebe as noivas e clientes sofisticadas, que prezam por roupas feitas com os melhores materiais do mercado, assim como um vestido dos sonhos deve ser.

Em Novembro de 2010, Lethicia foi escolhida como uma das 5 melhores estilistas de noiva do Brasil pela edição Luxo, da revista Veja SP.

Alphorria

Fundada no início dos anos de 1980, pelas mãos da empresária e diretora de criação Edna Thibau, o início da Alphorria aconteceu em um dos períodos mais ricos para a moda brasileira, especialmente a mineira, quando novos nomes surgiram e mostraram seu trabalho nacionalmente.

Sempre na vanguarda, a Alphorria foi uma das primeiras marcas a participar da principal de semana de moda da América Latina, a São Paulo Fashion Week – SPFW, trazendo reconhecimento internacional e da mídia especializada para a marca.

Com uma proposta inovadora, a malha é transformada na principal matéria prima de peças refinadas e muito elegantes.

Tudo isso graças à visão da Edna e seu profundo conhecimento da técnica moulage, um dos grandes segredos do sucesso da modelagem Alphorria.

Carmim

Nasceu em 1982 da vontade de seu fundador, Renato Caliman de criar um bom jeans nacional. A marca começou com uma linha de jeans e acessórios feminino, seguida da linha masculina em 1985, possibilitando também aos homens ter um jeans com o design e caimento inovadores no mercado.

Logo em 1988, a CARMIM abriu sua primeira loja, localizada na rua Oscar Freire, onde posteriormente seria considerada a oitava mais luxuosa rua de compras do mundo.

A CARMIM é referencia da moda brasileira, busca novidades e inspirações nas principais metrópoles do mundo para compor suas coleções e seu estilo de vida.

Acredita que a sofisticação está nos detalhes da rotina das grandes cidades e que se vestir bem é uma maneira natural da mulher se destacar.

A missão é despertar o desejo e surpreender a mulher moderna com possibilidades para todas as ocasiões.

Costume

Marca brasileira que traz roupas para mulheres modernas e descoladas, que gostam de se vestir de modo sofisticado e elegantes.

Daslu

Em 1958, São Paulo era palco de uma ideia ainda tímida: Lucia Piva de Albuquerque e sua sócia Lourdes Aranha atendiam as amigas em uma casa, que logo ficou pequena para tamanha procura.

O bairro residencial Vila Nova Conceição foi cenário da expansão da boutique fechada. O que era um único imóvel virou uma interligação de 23 casas que, ao longo dos anos, recebeu milhares de clientes.

A loja não tinha vitrines, nem indicação do nome na porta. Tudo era muito discreto. Pioneira, a Daslu logo virou referência do mercado de luxo do país vendendo, acima de tudo, estilo… e sonhos.

A Daslu sempre lançou, e lança até hoje, tendências. Foi a primeira a fazer os desfiles intimistas para clientes na loja, a desenvolver catálogos com as coleções e a primeira a lançar uma revista customizada de moda. 

Criou uma forma própria de expor as peças e principalmente de atender as clientes, tratando-as como amigas e, não, simples consumidoras.

Desde o início, todos os detalhes para o funcionamento da loja foram pensados com cuidados determinantes.

E, já nesta época, ela nasceu com esse conceito de atendimento personalizado e único, jamais visto antes no Brasil, e que até hoje é marca registrada.

Até o começo da década de 1980, Daslu comercializava exclusivamente marcas fabricadas no Brasil. Com o falecimento de Lucia, sua filha, Eliana Piva de Albuquerque Tranchesi, assumiu o negócio e propôs várias mudanças para a empresa, inclusive a criação de uma linha própria da Daslu.

E este foi o nascimento da marca Daslu como é hoje, repleta de coleções compostas por estilos e materiais nobres e produtos de qualidade excepcional.

Foi a primeira marca do Brasil a trabalhar com couro, chamois e a lançar uma linha de cashmeres importados.

Hoje, a etiqueta Daslu traduz exatamente o que a mulher brasileira espera da moda. A Daslu é diferente e sempre será.

A marca atravessou gerações e continua no coração das clientes. As dasluzetes são exemplos disso, prova de que a marca é fresh como é a moda, ousada, criativa.

O projeto de crescimento da Daslu se baseia no que a marca tem de melhor, os recursos humanos, o produto e seu estilo inconfundível. 

Doc Dog

Acima de pensamentos racionais, o emocional sempre ditou o DNA da Doc Dog. Em uma velha porta no universo da marca inspirada em um mundo sem fronteiras, em que o non sense é motivo de orgulho.

Com a autenticidade que conquistou durante anos, a marca anarquiza padrões e abre a cabeça mais uma vez.

Tudo isso devido a um papo intelectual de um grupo de astronautas e ex-punks que cansaram de desvendar o universo e hoje vivem em templos orientais pesquisando o lifestyle praticado na terra.

Modernizados por uma cultura indie, em um mundo globalizado, cheio de informações de onde o talento realmente importa, começam a puxar o lado positivo das revoluções.

Roubando um pouco desse mel apresentamos nossas sinceras reflexões em forma de moda. 

Dzarm

Voltada para jovens autênticos e com estilo urbano, ligados à música e às novas tecnologias, a dzarm conquista o público masculino e feminino da faixa A e B do mercado brasileiro, com idade entre 18 e 28 anos.

Com novidades constantes, a marca tem o jeanswear como destaque de seu mix. Suas coleções destacam-se e apresentam muita informação de moda, em sintonia com jovens que buscam seu estilo próprio de vestir.

ELLE ET LUI 

Inaugurada em 1961 na cidade do Rio de Janeiro pelo Sr. Al Abitbol, marroquino de nascimento, de passaporte francês por necessidade e cidadão brasileiro por opção.

Essa primeira loja em Copacabana ficou logo conhecida como a mais sofisticada da cidade. A filosofia era simples, roupas masculinas e femininas de alta qualidade, com estilo clássico, porém atual, elegante, sem ser ostensivo, onde o gosto pessoal pudesse sempre prevalecer às tendências da moda passageira.

Nos meados dos anos 70, o negócio continuou em expansão, outras filiais foram abertas, contavam basicamente com produtos de marcas internacionais.

Nos anos 80 com o fechamento das importações, começou a desenvolver e produzir suas coleções localmente, mantendo-se fiel a filosofia.

Com a abertura de inúmeros shoppings centers, o crescimento foi uma questão de tempo e várias filiais foram abertas nas principais cidades brasileiras.

FIT

Inaugurada em 1986 com a proposta de oferecer uma roupa simples e chic. A beleza está no desenho que privilegia formas limpas valorizadas por tecidos de alta qualidade.

A cada coleção a FIT convida artistas plásticos para pensarem em estampas originais e exclusivas. O desejo é o de produzir uma peça única, confortável e atemporal.

Um jeito contemporâneo de ser feminina. Em 2002, a FIT dividiu a linha em 2 marcas: FIT e FIT SPORTS, em 2008 lançou sua linha para meninas: FIT NINA.

Hoje são 10 lojas próprias, sendo 7 em São Paulo, 1 no Rio de Janeiro, 1 em Curitiba e 1 na capital do país, Brasília.

Guaraná Brasil 

Marca de moda feminina que desde 1985 vem conquistando uma legião de fãs, atraídas por um estilo único e inconfundível característicos da  marca.

A Guaraná Brasil é uma empresa de confecção familiar. Atualmente, está presente em dezessete dos principais shoppings de São Paulo, grande São Paulo e um no litoral paulista. 

Confeccionando desde o início parte de sua produção, a Guaraná Brasil, a princípio, atendia apenas duas lojas próprias mas atualmente já somam dezoito.

Iódice

O amor de Valdemar lódice pela moda começou cedo. Desde criança ele observava a sua mãe cortando e transformando roupas.

Logo se envolveu na confecção da família, seguindo os passos de sua ascendência italiana aprendendo todos os aspectos técnicos de criação e fabricação.

O interesse cresceu cada vez mais e Valdemar Iódice lançou a sua marca em 1987. Desde então suas criações ganharam mercado e o negócio tomou-se uma grande empresa de moda.

Hoje a lódice, uma das mais importantes grifes brasileiras, se diferencia pelo cuidado com o desenvolvimento das coleções, design das peças e pela sofisticação do trabalho manual.

Parte disso se deve ao perfeccionismo e à exigência do próprio estilista, que se envolve em cada parte do processo de criação das coleções.

O estilista é atento com o que está a sua volta. A partir de sua intuição, procura descobrir o desconhecido e buscar ícones de inspiração.

Cria um universo feito de sensações, tradições e culturas diferentes. O trabalho com a moda significa para o estilista conectar-se ao mundo e às atitudes das pessoas.

Dessa forma, cria para uma mulher forte, cosmopolita e extremamente feminina e confiante. Ao longo de sua carreira Valdemar lódice trouxe sofisticação e valor para a cultura de moda do país, e descobriu como interpretar, de uma maneira leve e sensual, o alegre estilo de vida da mulher brasileira.

http://hotmart.net.br/show.html?a=F2332439E&ap=1217

 

Lacoste

Fundada pelo tenista René Lacoste juntamente com André Gillier em 1933. O tenista tinha sido apelidado de "Le Crocodile" pela imprensa americana durante a Davis Cup em 1927, por causa de uma aposta que valia uma pasta de pele de crocodilo.

O animal acabou virando o símbolo da marca. Em 1963, René Lacoste passou o controle da marca a seu filho, Bernard Lacoste.

A partir dos anos 90 a popularidade da Lacoste estava em queda, até que o estilista francês Christophe Lemaire tomou a direcção criativa da Lacoste e modernizou a marca, mantendo o estilo criado por René Lacoste.

Em 2005, quase 50 milhões de produtos Lacoste eram vendidos em mais de 100 países. Este fato também se deve aos contratos que a Lacoste fez com vários tenistas para representarem a marca, tais como o americano Andy Roddick, o suíço Stanislas Wawrinka, o aposentado tenista francês Fabrice Santoro e o também francês Richard Gasquet.

Também apostaram no mundo do golfe, fazendo um contrato com o golfista bi-campeão do Major Championships, José María Olazábal.

Bernand Lacoste passou a presidência da (Lacoste) ao seu irmão mais novo, que já trabalhava há vários anos na marca.

Bernard morreu em 21 de Março de 2006. Em 2011 a empresa tentou proibir que Anders Behring Breivik continuasse utilizando as camisas da marca.

Les Filós

Desde a década de 80 a Les Filós veste as mais belas mulheres do país. A grife é responsável por diversos ícones da moda feminina brasileira e lançar tendências continua sendo um dos objetivos da marca que não pára de pensar nessa mulher naturalmente chique, moderna, atraente e sexy.

Um dos maiores sucessos da marca é o premium jeans Les Filós, com modelagem diferenciada e aplicações lançadas pela marca como strass, couro, renda e outros materiais até então impensáveis.

A proposta de usar vestidos lânguidos e fluídos com botas de cowboy, também foi lançada pela Les Filós no Brasil.

Aceito imediatamente pelas mulheres da marca, o look tornou-se obrigatório em todas as estações. O segredo do sucesso da Les Filós é provocar desejo de moda nas mulheres.

Desejo de ser bela, atraente, fashion, moderna e hype, sem perder sua personalidade. Para atender essa diversidade de mulheres, estilos e personalidades, a Les Filós aposta no mix de produtos, outro destaque da marca.

Lita Mortari 

Marca de roupas feminina que atua no mercado de luxo há quase 30 anos. Seu foco é uma mulher cosmopolita, feminina e de bem com a vida.

A mulher Lita Mortari tem personalidade forte, é feminina, alegre e naturalmente elegante.

Luigi Bertolli

Desde 1985 a Luigi Bertolli oferece moda contemporânea com uma brasilidade única nas linhas femininas e masculinas, atingindo um número enorme de pessoas, com qualidade e preço justo.

As coleções proporcionam roupas para todas as idades e gostos, com forte presença de modelos básicos em inúmeras cores, clássicos revisitados, bem como, calçados e acessórios que completam o look.

A linha Fast Fashion apresenta um mix variado de produtos que chegam às lojas semanalmente, satisfazendo um consumidor que está constantemente atrás de novidades.

O ambiente elegante em lojas amplas e bem localizadas aliado a um atendimento gentil e eficiente complementam a promessa da marca, oferecendo total liberdade aos clientes na escolha das roupas que expressam e realçam seu estilo e personalidade. 

Marcelo Sommer

Considerado um dos principais estilistas nacionais, Marcelo Sommer é conhecido há mais de uma década por seu trabalho autoral na moda brasileira .

Formado pela Central Saint Martins School of Arts & Design em Londres, a trajetória de Marcelo Sommer destaca-se a partir de 1995, quando suas primeiras coleções passaram a ser apresentadas nos principais eventos de moda do país, entre eles o São Paulo Fashion Week - Calendário Oficial da Moda Brasileira.

Marcelo Sommer atua profissionalmente no mercado de moda desde os dezoito anos, trabalhou para marcas conceituadas como Zoomp, Zapping, e Fórum, M2000, Calvin Klein, Vila Romana, TNG, Sumemo,  FYI (braço jovem do grupo Animale ) e Cavalera.

Por sua assinatura forte e trabalho característico, Marcelo Sommer desenvolveu figurinos de grandes artistas como Gilberto Gil, Ivete Sangalo, Chico Science, Carlinhos Brown, Skank, Djavan, Paulo Ricardo, Cidade Negra, Supla, Titãs, Monobloco, sendo o trabalho de maior destaque o do cantor e compositor Arnaldo Antunes para quem colabora e cria há quatro anos a direção de arte e figurino.

Sommer também foi o pioneiro na assinatura de coleções para grandes varejistas como C&A e Riachuelo. Até o ano passado, coordenou a equipe de estilo do setor têxtil dos Supermercados EXTRA do grupo Pão de Açúcar.

Mr. Kitsch

No final da década de 70, o Kitsch Bazaar era uma loja que fazia sucesso entre seus frequentadores com seus objetos de decoração, peças de antiquário e moda jovem.

Era frequentada pelas pessoas mais antenadas, descoladas e formadoras de opinião daquela época. Em 1986, inspirado nesse movimento, Heraldo Mazza que acompanhava tudo de perto se inspirou para criar a Mr. Kitsch.

Focada no público masculino, desenvolveu junto com seus estilistas uma linha de camisas estilosas e impecáveis utilizando a melhor matéria prima encontrada no mercado.

O resultado disso foi uma linha de camisas elegantes e com um excelente padrão de qualidade, que se tornou um dos diferenciais da marca.

Essa preocupação com a qualidade e a estética do produto foram o que tornaram a Mr. Kitsch uma marca de sucesso.

Uma preocupação que se perpetua até hoje na marca e claramente em seus produtos. Ao longo dos anos, o comportamento e exigências da sociedade se transformam, o público se renova e novas exigências são feitas.

Sempre atenta a isso, a Mr. Kitsch tem acompanhado essas mudanças, se atualizando e sempre mantendo-se antenada ao que o seu consumidor deseja.

Atualmente possuem uma linha de vestuário que abrange desde camisetas a ternos, cintos e gravatas. Vestem tanto o homem casual como o social confortável e elegantemente.

A linha de produtos, passa a abranger também o consumidor jovem, ligado a tecnologia, antenado ao que há de mais novo e interessante na moda.

Ao longo de mais de 20 anos, a Mr. Kitsch passou por reestruturações e, em 2009, foi direcionada a um novo conceito, reformulando identidade visual, logotipo e projeto arquitetônico de suas lojas.

A linha de produtos, passa a abranger também o consumidor jovem, ligado a tecnologia, antenado ao que há de mais novo e interessante na moda.

Hoje, a marca é presidida por Tiago Torres, com gestão do grupo FB4, e já iniciou sua retomada no processo de expansão nacional e internacional com investimentos em estrutura de produtos e operações.

Até o final deste ano mais uma mudança, a marca ainda irá inaugurar uma loja com um novo e moderno layout, que passará a ser adotado pelas futuras unidades da grife.

No ano de 2012, lançaram a Ms. Kitsch, marca irmã, voltada para o público feminino, com a mesma qualidade, conforto e elegância existentes na Mr. Kitsch.

Em 2013, lançaram também a Army Inc., linha voltada para homens e mulheres com atitude, que gostam de unir o rústico com o espírito aventureiro e viajam por lugares diferentes e desafiadores.

Outra novidade é a Kitsch Kids, uma linha completa para as crianças. Atualmente a Mr. Kitsch está presente em quase todo o território nacional, contando com mais de 80 franquias, lojas próprias e mais de 350 pontos multimarcas espalhados por todo o Brasil.

Em constante expansão, continuam a oferecer atitude e estilo sem abrir mão do clássico e da qualidade. Com o propósito de reunir todas as marcas em uma única loja, sem perder a personalidade de cada linha, em 2013 a FB4 criou a "Family Store", um projeto pioneiro, lançando o conceito "Store in Store" no Brasil.

A primeira Family Store ocupa um espaço de aproximadamente 300 m² no shopping West Plaza em São Paulo.

Com quatro ambientes distintos, sendo reservados para cada um dos segmentos: Mr. Kitsch, Ms. Kitsch, Kitsch Kids e Army Inc., cada um com sua própria temática, design e projeto arquitetônico.

Mantendo o slogan de uma loja para toda a família, a Mr. Kitsch já está expandindo a Family Store para outros estados.

Além disso, franqueados também poderão utilizar o conceito em seus estabelecimentos.

PATACHOU

O nome da marca é uma abreviação para PATÉ – À – CHOUX, iguaria da cozinha francesa que também era o apelido de Henriquette Hagon, diva da Chanson Française dos anos 50, que inspirou o nome da marca quando foi fundada em Belo Horizonte no ano de 1978.

A PATACHOU conta com excelentes profissionais que realizam a criação, desenvolvimento e comercialização de prét-à-porter de luxo.

A produção é totalmente terceirizada, permitindo assim uma capacidade otimizada, sempre atenta às necessidades das novas correntes de consumo e comportamento, visando atender às necessidades do guarda-roupa da mulher contemporânea, a PATACHOU é totalmente pautada num universo feminino, com uma postura sofisticada, urbana e fresh.

Com uma trajetória única e parte expressiva na construção da história da moda no Brasil: membro da Abest e presente no calendário oficial da moda SPFW desde sua fundação, migrando para o Fashion Rio depois de um hiato de 2 anos, a PATACHOU vem seguindo princípios éticos de inovação, sustentabilidade, empreendedorismo, e espírito de equipe.

A missão da Patachou é vestir mulheres de forma feminina, elegante e atual, buscando traduzir desejos, atuando de forma sustentável e responsável através de gerações.

Crescer nos mercados de moda, seguindo princípios éticos, de forma a atender as necessidades e interesses das mulheres em seu tempo, prezando a ética, respeito, inovação, inspiração, espírito de equipe, sustentabilidade e empreendedorismo. 

PK Polo

Há 25 anos no mercado de confecção a empresa procura atender as exigências do público masculino, que cada vez mais busca estar na moda.

Os destaques são as camisas lisas e o fio tinto de excelente qualidade, ideais para o executivo moderno, que não quer um uniforme de trabalho e sim algo atual que o diferencie.

Famosas pelos padrões, modelagens e cores, não podemos deixar de citar as polos lisas e listradas, com aplicações de brasões, estampas e bordados diferenciados e exclusivos, ideais para momentos de descontração e conforto.

E, finalmente ao homem cosmopolita a marca oferece looks diferenciados com informação de moda. Complementando o mix, há gravatas de seda pura, paletós e calças de alfaiataria, jeans e sarja, jaquetas, t-shirts, bermudas e os acessórios personalizados.

Polo Play

A marca de origem brasileira, iniciou suas operações no ano de 1982, tornando-se uma franquia a partir de 1988.

Desde então vem se firmando cada vez mais no mercado e já cobre grande parte do território nacional. Mantém em sua linha uma variedade grande de produtos tais como:

Camisetas, polos, camisas, calças, bermudas, short’s,  com diversas padronagens, em tecidos de algodão, lisos, listrados e xadrez.

Nas épocas de inverno mantém vários modelos e padrões de jaquetas e camisetas de mangas longas. Tudo plenamente adaptado a modelagens brasileiras.

A Polo Play visa a qualidade de seus produtos, está se aperfeiçoando e mantendo seus níveis de excelência e conforto com o passar dos anos, mantendo assim uma gama de produtos para atender a clientes que exigem o que há de melhor no mercado.

Ravely

Grupo de Moda que tem como objetivo criar e fabricar roupas feminina e masculino para satisfazer e acompanhar o estilo de todo o universo fashion.

A Ravely é uma empresa capixaba e tem lojas pronta-entrega e atacado.

Ricardo Almeida

É considerado um dos maiores nomes da moda do Brasil. Com mais de 30 anos de carreira trilhou seu caminho de sucesso desenvolvendo uma alfaiataria masculina impecável, vestindo ao longo deste tempo os homens mais admirados do país.

Incansável e em busca de novidades, em 2010 ampliou sua atuação e criou uma linha casual, deixando o homem elegante em todas as ocasiões: das mais formais as mais descontraídas.

Logo depois, lançou a Ricardo Almeida For Special Ladies, oferecendo uma alfaiataria chique e minimalista, mantendo sempre seu olhar nos desejos da mulher contemporânea.

Com processo criativo baseado em 3 pilares: modelagem impecável, corte preciso e materiais de qualidade, a marca encanta pela sua elegância leve e renovada, unindo sutilmente nas mesmas peças o clássico e o moderno.

Possui 10 lojas próprias e suas criações podem ser encontradas online e também em mais de 80 multimarcas espalhadas pelo país.

Richards

Foi lançada como uma pequena boutique em Ipanema com roupas masculinas moda praia. Porém, atualmente também oferece moda feminina e infantil.

Sergio Gaz 

Seu desejo é fazer a mulher ficar e se sentir bonita, sem estar exposta e sim em evidencia. Um feminino suave, bucólico, bem leve e romântico em estampas florais, japonesas e de cashmere, cores fortes e modelagens que valorizam a silhueta feminina.

Tudo isso em seda pura, a especialidade da grife. Na cartela de cores predominam o royal, turquesa, amarelo, laranja fluo e rosa, que fazem contraponto com o pérola e o preto.

As formas aparecem simples e colocam em destaque os pequenos detalhes da roupa. Além dos vestidos, saias e chemises, a alfaiataria em triacetato também marca presença na coleção.

O smoking aparece em duas versões: em seda com frisos em algodão para o dia e com frisos em shantung para a noite.

Uma série geométrica é marcada por vestidos estampados em seda com tiras de tule sobrepostas, que criam um elegante efeito óptico.

Zíperes, fivelas e tela são os detalhes esportivos que pontuam a coleção.

Siberian

Marca voltada para homens e mulheres independentes, que prezam pelo conforto, qualidade e elegância na hora de se vestir.

A Siberian, presente há 25 anos no mercado, consegue unir todos esses atributos existentes no DNA da marca para oferecer ao público consumidor produtos que aliam acabamento e design seguindo as últimas tendências mundiais de moda.

Com uma trajetória que teve início no ano de 1988, na cidade de São Paulo, a marca, que era conhecida como Siberian Husky, cinco anos mais tarde passou a chamar-se somente Siberian e atuar fortemente no mercado de vestuário – hoje, conta com cerca de oitenta lojas próprias em todo Brasil.

Além de se preocupar com o produto oferecido, a Siberian também propõe para seu cliente uma experiência única desde o momento da compra, em lojas preparadas com uma ambientação composta de aromatização e música ambiente, até nos nomes das coleções que transmitem a ideia de bem estar.

A linha Sib Relax, por exemplo, com a subdivisão Urban e Trip, é perfeita para os homens e mulheres urbanos e despojados, que não abrem mão do conforto, tanto no dia a dia quanto nas viagens de férias ou nos finais de semana.

Já a linha Sib Cool é uma coleção ligada nas tendências e contemporaneidade, a palavra que dá o tom das peças.

Sem esquecer o jeans, a Siberian conta com a linha Sib Jeans, repleta de peças de casual jeanswear nas mais variadas formas e modelos e todas as suas combinações.

Side Walk

Originalidade e espontaneidade são características marcantes nas coleções de roupas, sapatos e acessórios masculinos e femininos da Side Walk.

TNG

Em 1984, foi criada a primeira loja TNG em São Paulo. Com o slogan "Saia do Comum", a marca TNG surgiu com a proposta de mudar a ideia do guarda-roupa masculino.

Após 15 anos de mercado e conceitualmente consolidada surgiu uma nova necessidade e desafio: a TNG passou a comercializar a linha feminina em suas principais lojas.

Conquistar seu espaço no calendário oficial da moda brasileira também foi um momento importante para a história da marca.

Desde o verão de 2003, a TNG apresenta suas coleções no Fashion Rio e nos principais desfiles de moda do país.

Top models e celebridades como Naomi Campbell, Ana Hickmann, Juliana Paes, Fernanda Lima, Rodrigo Santoro, Rodrigo Hilbert, Giane Albertoni, Reinaldo Gianecchini, Cauã Reymond e Deborah Secco já marcaram presença em desfiles e campanhas da TNG.

"Tenho orgulho de ter criado uma marca como a TNG, era um sonho, um ideal de vida. Em 1984, quando abri a primeira loja, em São Paulo, precisava conquistar um cliente extremamente difícil, que era o homem jovem que não fazia parte de uma das inúmeras "tribos" daquela década. Podem apostar que o homem dos anos 80 era muito diferente do homem de hoje. Em 1999, o segmento feminino passou a fazer parte do nosso negócio. Manter uma marca no segmento de moda, por 25 anos, não é tarefa fácil. Foram vários planos econômicos, crises nacionais e internacionais, trocas da moeda brasileira, muita inflação, especulação, fantasmas, enfim, passamos por tudo isso sem deixar de acreditar e investir no país. Acreditamos que "moda só vira moda quando toma conta das ruas e só toma conta das ruas quando responde aos desejos de necessidades de uma maioria".

Este parágrafo diz muito sobre a TNG. Essa é a moda que eles fazem e querem – aliás, essa é a moda que os clientes desejam, compram e usam.

Triton

Desde 1975 a Triton presta atenção a tudo aquilo que a vida tem de mais vibrante, traduzindo sensações e experiências em roupas que celebram o espírito jovem e a paixão pela vida.

Fazendo parte do roll de marcas do grupo AMC Têxtil desde 2008, a Triton, mais do que seguir tendências, acredita na moda verdadeiramente como uma busca constante pela inspiração, consumindo referências, reformatando-as e devolvendo-as a partir de uma perspectiva muito própria.

A Triton está presente em 23 lojas e 800 multimarcas no Brasil.

Vide Bula

Marca pertencente ao Grupo PW Brasil que está no mercado de moda há 31 anos. A marca produz linhas masculinas e femininas, incluindo acessórios e moda praia. 

VR Menswear

Criada em 1988, a VR é uma marca essencialmente masculina, sinônimo de alto padrão e qualidade. A marca se especializou em reunir a melhor matéria prima em produtos atualizados, sugerindo uma nova forma de vestir, o que a tornou referência no mercado de moda masculina.

Em 2003 é lançada a VRK, marca infantil de moda masculina que segue o mesmo conceito da VR, sem abrir mão do conforto para os pequenos.

Em constante expansão, a VR possui atualmente 47 lojas nas principais cidades espalhadas pelo país, além de mais de 300 pontos-de-venda (lojas multimarcas) e loja online (www.vrsaopaulo.com.br).

As diferentes linhas da marca – desde a VR São Paulo, que tem como essência a Alfaiataria e os produtos Office, até a VRDENIM que representa os produtos casuais, jeanswear – trazem um mix de produtos essenciais para o uso, do lazer ao trabalho, em todos os momentos do homem urbano.

Carmen Steffens

Com 300 lojas em 18 países, a Carmen Steffens hoje é uma das grifes mais conceituadas e admiradas no ramo de calçados, roupas e acessórios. 

A marca é queridinha entre as celebridades como Madonna, Jennifer Lopez, Paris Hilton e Eva Longoria. A grife, que recebe este nome graças a uma homenagem do diretor-presidente Mario Spaniol à sua mãe, Carmen Steffens, atua com sucesso no mercado há mais de 20 anos.

Sediada na cidade de Franca, interior de São Paulo, a Carmen Steffens ainda possui curtume próprio, a Couroquímica.

Em sua própria fábrica, são produzidos cerca de 8 mil pares de calçados e 2.500 bolsas por dia; e emprega mais de 3.000 funcionários.

Entre as grandes conquistas da marca estão: o selo de Excelência em Franchising, promovido pela Associação Brasileira de Franchising-ABF pelo 7° ano consecutivo; foi eleita a melhor loja de Hollywood no ramo de calçados, em 2012 e premiada como a melhor loja no ramo de vestuário, calçados e acessórios pela revista “Pequenas Empresas & Grandes Negócios” em 2006 e 2014.

Com o nome consagrado mundo afora, a Carmen Steffens ainda tem muitos planos futuros de expansão; Barcelona, Miami, Las Vegas, Melbourne e nos Emirados Árabes serão as próximas cidades a ganharem um novo espaço da grife.

No ano passado, a marca lançou mais uma novidade para suas exigentes clientes: a Maison CS. Na loja com projeto arquitetônico diferenciado, fachada dourada e mobiliário requintado, as consumidoras encontram uma coleção de roupas desenvolvida com o mesmo know-how dos produtos já consagrados da label, além de sapatos e bolsas exclusivos para complementar os elegantes looks. 

Maria Valentina

Marca símbolo da mulher sofisticada, jovem, porém madura e independente. A grife carrega consigo o tom chique no qual foi criada, e exibe cada vez mais peças com inspirações modernas.

Suas consumidoras se fazem notar por sua independência, elegância e inteligência, exibindo todo o seu poder e versatilidade. 

Concluindo

Com certeza existem muito mais marcas brasileiras de roupas e outros acessórios de moda, porém essas foram as que conseguimos encontrar em nossas pesquisas.

Se você conhecer alguma que não está em nossa lista, você pode deixar um comentário que vamos adicionar ao artigo.

5 comentários:

  1. que ótima matéria hein! muito completa cheia de bas informações!

    ResponderExcluir
  2. Faltou Osklen, Redley... todas brasileiras

    ResponderExcluir
  3. Osklen traz muita tendência para moda. Saindo do rio de janeiro para conquistar o mundo inteiro.
    Parabéns para essa marca, pois, muito bem feitos os seus produtos ! Nunca sai de moda as suas bermudas . Parabéns Oscar M.

    ResponderExcluir