Como parar de comprar roupas que você nunca vai usar

Todos nós fazemos isso, compramos roupas que vestimos uma ou duas vezes e, em seguida, as guardamos em nossos armários para nunca mais vestir.

É um mau uso do dinheiro e uma confusão organizacional. Mas com um pouco de reflexão e auto-controle, você pode parar de desperdiçar dinheiro e começar a comprar roupas que você vai realmente vestir.

Para a maioria das pessoas é muito fácil preencher um, dois e até três guarda-roupas. O problema é que a maior parte do que foi comprado nem é usado, ou é usado ocasionalmente.

A outra parte do problema é que sempre que precisamos sair, logo pensamos em comprar roupas novas, ao invés de olhar o que já temos, e compramos sem consideração nenhuma com o nosso dinheiro.

Há pessoas que moram em áreas quentes e está cheia de roupas de inverno, da mesma forma que pessoas que vivem em áreas frias tem uma grande parte do guarda-roupa preenchido com roupas de verão.
 
Pra você ter uma ideia, existem tantas pessoas compulsivas em comprar roupas, que elas acabam, uma vez ou outra, encontrando uma peça dentro do armário ainda com a etiqueta de preço, ou seja, elas nem lembravam que tinha aquilo.

Limpando o guarda-roupa

O dinheiro desperdiçado e os armários atolados devem ter um fim. Aprender sobre finanças pessoais, ser minimalista, ser feliz com um guarda-roupa pequeno, entender que o que você tem é o suficiente... tudo isso ajuda.

Faça uma limpeza total no seu armário. Doe tudo o que você não for usar. Se você está com dó de abandonar suas roupas, para ganhar uma recompensa eliminando elas do seu guarda-roupa, você pode vende-las.

Faça uma feira. Assim, você não vai se sentir culpada por ter desperdiçado dinheiro nelas. Depois de tudo vendido,será um peso que você terá eliminado.

Quando seu guarda-roupa tiver só o que você precisa, você verá como será mais fácil até para se vestir. A partir de agora, antes de sair para as compras, faça uma lista com o que você realmente precisa e sabe que será utilizado, assim como você faz com as compras do supermercado.
 

Um pequeno guarda-roupa, muito espaço

Ter um guarda-roupa grande pode fazer você cair na tentação novamente de comprar roupas por impulso. Troque o seu guarda-roupa por um menor.

Um guarda-roupa pequeno tem espaço suficiente para o que você realmente precisa.

Equilíbrio dentro do guarda-roupa

70 por cento das roupas que você deve ter em seu guarda-roupa devem ser peças essenciais. Como calças básicas para ir trabalhar e um par de sapatos que combina com tudo.

Os outros 30 por cento devem ser roupas coloridas, com brilho e acessórios.  O segredo para ter um guarda-roupa com todas as roupas utilizáveis é ter mais o que você usa diariamente e menos o que você usa em ocasiões especiais.

Vista-se de acordo com a vida que você vive

A vida que você vive agora inclui fatores como estilo de vida e até mesmo o clima onde você mora. Por exemplo, um advogado de 20 anos tem necessidades muito diferentes de roupas do que um homem de 35 anos que é pai e dona de casa.

http://hotmart.net.br/show.html?a=F2332439E&ap=1217

Além disso, é importante, para a maior parte de seu guarda-roupa e orçamento, ter moda sazonal para refletir as estações dominantes onde você mora.
 
Se você comprar a maioria de suas roupas para uma versão fantasiosa de sua vida em vez da realidade, você vai acabar possuindo um monte de roupas e não tendo nada para vestir.
 

Descubra o seu "uniforme"

Se o seu guarda-roupa contém lantejoulas, camuflagem, ​​jeans angustiado, couro envidraçado, peles de macaco, kilts xadrez e vestidos de cocktail lamé ouro pode ser divertido de se olhar, mas não é tão divertido de se vestir todos os dias.

Ter um estilo pessoal é mais fácil para sua carteira el para a alma. Isso não significa que você tem que vestir a mesma coisa todos os dias. 

Significa apenas descobrir o que fica bem em você e o que você gosta de vestir - os itens que estão sempre para lavar ou secando são um bom lugar para começar.

Considere comprar roupas de marca

É indiscutível que roupas de marca possuem uma qualidade muito superior a roupas baratas e duram muito mais tempo.

Os designers passam muito tempo desenvolvendo cada peça para que sejam perfeitas, e é por isso que elas podem durar anos e parecerem novas mesmo depois de terem sido usadas algumas vezes.

Já as roupas baratas facilmente estragam e ficam inutilizáveis depois de algumas poucas lavagens.
 

Cuidado com os preços elevados (e os muito baixos também)

Às vezes faz sentido pagar mais pela qualidade. No entanto, se você encontrar uma calça por 30 reais, ela é uma compra melhor do que as calças de grife que custam 200 reais e deixam-lhe meio engraçada. 

Então, enquanto algo está dentro do seu orçamento, o preço deve ser uma preocupação secundária. Além disso, cuidado com as liquidações.

Você pode levar muitas coisas para casa porque eram um bom negócio, e então quase não usar nada. Ignore o desconto e só compre algo se você absolutamente amar e sabe que vai usar.

Você tem que se sentir bem com a roupa e ela deve cair bem em você, caso contrário, não leve para casa.
 

Você pode sempre devolver

Se você chegar em casa e decidir que você não gosta de alguma coisa, afinal de contas, devolva o mais rápido possível. 

Se a loja não tem uma política de devolução, não compre.
 

Seja um pouco impiedoso

Outra fonte de roupas extra no seu guarda-roupa pode ser os presentes. Esta situação é difícil, porque você pode se sentir um idiota ao se livrar de um presente.

Por outro lado, você não quer algo que você nem sabe se vai usar. Então, doe. Você ainda pode se sentir um pouco mal com isso, e ainda há a possibilidade de que eles vão lhe perguntar sobre o presente mais tarde.
 
Mas, você deve aprender a ser um pouco cruel. E, além disso, a atitude vai ser por uma boa causa, e a roupa estará com quem irá usar.

Seja o primeiro a comentar!